Dia: julho 7, 2020

Irã pressiona psicólogos a evitar discussões públicas sobre violência contra mulheres

Hassan Rouhani fala durante a inauguração do novo parlamento em Teerã, Irã, quarta-feira, 27 de maio de 2020. Romina Ashrafi, foi decapitada pelo pai 14 anos em nome da honra. (Fotos de AP e Mídias Sociais)

Instituições estatais no Irã estão pressionando os profissionais de saúde mental para evitar questões polêmicas, como assassinatos de honra e violência contra mulheres e casamentos infantis nas redes sociais, para evitar controvérsias sobre as leis da sharia.

(mais…)